quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

"Sem o Amor, eu nada seria..."

"Ainda que eu falasse a língua dos anjos e dos homens,
e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como            
o címbalo que retine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse 
todos os mistérios
e toda a ciência, e ainda que tivesse

 toda fé,
de maneira tal que transportasse os montes,
e não tivesse amor, nada seria.

I Corintios 13:

Nenhum comentário:

Postar um comentário