domingo, 24 de junho de 2012

Filhos - Saramago



A canção de Kabir, interpretada por Snatam Kaur

icon 01Poema inspirador de Kabir, Mestre e Poeta Sufi (1440 - 1518) da Índia, e interpretado por Snatam Kaur, que criou uma canção que toca profun­damente os corações. Sinta a magia desta obra. Lindas também as imagens.







"Numa ação inútil, você não encontrará o caminho,
Então estabeleça suas metas e vá.
Cante tal canção, com toda sua vida, e você nunca mais precisará cantar novamente.
Ame alguém, com todo o seu coração, e você nunca precisará  amar novamente."
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
"A arte de ser esperto é a arte de ser pequeno, e nela tudo está contido. A arte do sucesso é responder ao chamado para o serviço com graça e compaixão. A arte da felicidade é servir a todos e todos servirem a você."      Yogi Bhajan



segunda-feira, 18 de junho de 2012

A felicidade mora ao lado?! Martha Medeiros




"A grama do vizinho não é mais verde coisíssima nenhuma. Estamos todos no mesmo barco, com motivos pra dançar pela sala e também motivos pra se refugiar no escuro, alternadamente."

segunda-feira, 11 de junho de 2012

O melhor espetáculo possível


"Em tempos em que quase ninguém se olha nos olhos, em que a maioria das pessoas pouco se interessa pelo que não lhe diz respeito, só mesmo agradecendo àqueles que percebem nossas descrenças, indecisões, suspeitas, tudo o que nos paralisa, e gastam um pouco da sua energia conosco, insistindo."
Martha Medeiros






‎”Eu tenho uma espécie de dever, de dever de sonhar, de sonhar sempre, pois sendo mais do que uma espectadora de mim mesma, eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso. E assim me construo a ouros e sedas, em salas supostas, invento palco, cenário para viver meu sonho entre luzes brandas e músicas invisíveis.”
- Maria Bethânia citando  Fernando Pessoa.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Deus trabalhando nas flores!

Poesia vira remédio para doentes graves

(por  Melissa Myeko)
Nos receituários que a médica-escritora prescreve aos seus pacientes no Hospice do Hospital das Clínicas e no Hospital Israelita Albert Einstein, estão poemas de Clarice Lispector, Manoel de Barros, Fernando Pessoa e seu favorito, Mário Quintana – que inspirou seu “nome artístico”. Também figuram Cecília Meireles (“ela me ajuda a trabalhar com a morte no dia a dia”, Ana diz) e Carlos Drummond de Andrade...
Leia mais...  http://www.jornaldocampus.usp.br/index.php/2012/05/poesia-vira-remedio-para-doentes-graves/

Cuidados Paliativos lotam sala no Congresso Brasileiro De Geriatria e Gerontologia

Durante toda a duração do XVIII Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia, que aconteceu no Rio de Janeiro de 22 a 25 de maio de 2012, a Comissão Permanente de Cuidados Paliativos promoveu atividades relacionadas à temática da finitude e da paliação.