quinta-feira, 10 de maio de 2012

A médica que prescreve poesia na lida diária com a VIDA!

Acesse: A médica que prescreve poesia na lida diária com a morte

Médica lança livro de poesias e conta experiência profissional 
e afetiva com pacientes terminais.
 [Imagem: Hospital Albert Einstein]

"O estado de amorosidade do ser humano deveria se tornar algo como a temperatura ou o pH do sangue: perene, necessário ao bom funcionamento de todos os nossos sistemas, internos e externos," diz a médica Ana Claudia Quintana Arantes.
Livro de poesias
Trabalho, por sinal, é o que não falta a esta leonina de 43 anos que se realimenta lendo e escrevendo. Seu blog prescreverpoesia.blogspot.com é a origem do livro de poemas Linhas Pares (Scortecci Editora, 2012), que Ana lança no próximo sábado, (12) de maio, a partir das 15 horas, na Livraria da Vila (Rua Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena, São Paulo).
O volume, ela assina como Claudia Quintana - poeta "tão mais doce e feliz do que a doutora Ana" -, numa apropriada coincidência de sobrenome com Mario Quintana, um de seus autores preferidos.

A médica que prescreve poesia na lida diária com a morte

Nenhum comentário:

Postar um comentário